Dicas

Surgiu aquele almoço de negócios, e agora?

Que lugar reservar? Que roupa usar? Quem deve pagar a conta? O BH Eventos te tira dessa saia justa e dá algumas dicas importantes para você fazer bonito e alcançar os objetivos que você ou sua empresa esperam em um almoço de negócios.

O primeiro passo é entender quando e porque é feito um almoço de negócios.

Essa é uma prática comum entre os empresários que muitas vezes tem como objetivo estreitar relacionamento e fechar contratos.  Normalmente são convidadas de 2 a 5 pessoas (geralmente sócios ou gerentes de equipes) e a duração é de 1h a 3h (a depender da complexidade do assunto).

Quando e onde? O lugar deve ser, de preferência, reservado. Locais que tem mesas na calçada são agradáveis, mas não são confortáveis para um almoço que é comum ter papeis ou computadores. Pizzarias, churrascarias e buffets a la carte são o ideal. Enquanto esperam o prato, já é possível introduzir o assunto, dispensando a “ansiedade” causada pela fome.

Esses almoços devem acontecer de segunda a sexta-feira, no intervalo do horário de trabalho. O horário ideal depende do local escolhido. Entretanto, marcar muito tarde (após às 14h) é prejudicial, pois você pode competir com a fome de quem almoça com você e os negócios ficarem para segundo plano.

Conta: O consultor do portal PME (Pequenas e médias empresas) do Estadão, Luiz Fernando Garcia, diz que quem paga a conta é quem convidou. Em alguns casos, quando o almoço é combinado naturalmente no desdobramento de uma reunião e existe uma simetria hierárquica, pode até aparecer o comentário: vamos dividir essa conta?

Qual a roupa adequada? A mesma em que é usada no ambiente de trabalho. Social, terno e gravata são as mais indicadas.

Quebra-gelo: O almoço precisa começar com um “quebra-gelo” para não entrar no assunto do negócio de cara. Pode ser um comentário sobre futebol ou sobre uma notícia para vencer a resistência do contato. O alerta é que o papo não pode ficar no “quebra-gelo” por muito tempo para não passar a sensação que você não quer entrar no assunto.

Com informações do portal PME (Pequenas e médias empresas) do Estadão.

Anterior

8 dicas para realizar um bom churrasco

Próximo

Imagem pessoal para recepcionistas de eventos

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *